PR:Activistas da causa anti-nuclear de toda a Europa encontram-se em Döbeln, na Alemanha

From Nuclear Heritage
Jump to: navigation, search

Quarta-feira, 25 de Julho de 2012


Activistas da causa anti-nuclear de toda a Europa encontram-se em Döbeln, na Alemanha

De 29 de Julho a 3 de Agosto, activistas contra a energia nuclear de toda a Europa irão partilhar os seus conhecimentos e planear acções conjuntas no encontro e campo internacional contra o nuclear, a decorrer na cidade alemã de Döbeln (Saxónia).

Os activistas irão trocar informações relativas a planos em relação à produção de energia nuclear nos seus países e ao lóbi contra o nuclear nos seus países que se poderá estabelecer, partilhando também aptidões relacionadas com a prossecução de campanhas e à resistência criativa em relação a este tema. Os activistas terão igualmente a oportunidade de visitar uma mina de urânio situada nas proximidades da fronteira com a República Checa. O encontro pretende fomentar novas campanhas e acções, bem como reforçar a cooperação internacional entre activistas do anti-nuclear vindos dos projectos já existentes.

“No momento em que a indústria nuclear procura implementar novos projectos prejudiciais a nível global, os grupos de activistas contra a energia nuclear procurarão com este encontro ganhar forças no sentido de se acabar com o lóbi atómico e encerrar imediatamente todas as centrais nucleares. Uma série de projectos de energia nuclear foram já contrariados por pessoas envolvidas nestas causas, um pouco por todo o mundo. Temos a capacidade e o dever de evitar futuros desastres nucleares como o de Fukushima, bem como a poluição radioactiva que continuamente aflige o mundo”, afirmou Falk Beyer, um dos organizadores do encontro. Este activista trabalha com a organização ambiental de jovens alemães GreenKids.

Espera-se a presença no evento de activistas do Áustria, Finlândia, França, Alemanha, Lituânia, Holanda, Polónia, Portugal, Eslovénia e Suécia, entre outros países.

“Os lóbis nucleares estão a gastar imenso dinheiro com a promoção de novas centrais na Lituânia e temos de ser criativos para lutar contra isso. Espero que neste encontro haja muita inspiração e ideias sobre como fazê-lo de forma efectiva”, disse Laura Gintalaite, outra das pessoas da organização.

Em Portugal, as consequências em caso de um grave acidente nuclear em Espanha (por exemplo, na central nuclear em Almaraz junto ao Tejo e a 100km da fronteira portuguesa), não ficarão contidos nas fronteiras espanholas.

A electricidade produzida pelas nucleares pode substituir-se por medidas de poupança e eficiência e por um forte apoio às energias renováveis. Desta forma poderia libertar-se a Península Ibérica do risco que constitui o funcionamento do 8 reactores nucleares, eliminando a possibilidade de desastres com o de Fukushima, no Japão e a necessidade de gestão de resíduos radioactivos que venham a ser produzidos.

O campo está a ser organizado no contexto da “Rede para o Património Nuclear”, uma organização internacional informal de activistas contra o nuclear que provêm de grupos de base e organizações de todo o mundo. Este será o segundo encontro internacional contra o nuclear a acontecer na Alemanha. O primeiro teve lugar em Frankfurt há três anos atrás. A rede de activistas realizou já encontros em França, na Eslovénia, Finlândia e na República Checa. Os encontros anteriores deram origem, por exemplo, ao bloqueio Olkiluoto NPP, que se tornou num evento anual, e à Info Tour do Mar Báltico, em 2010, entre outros projectos.

O encontro internacional de Döbeln faz parte do “Verão de acção contra o nuclear”, que terá início em Julho com o campo anti-nuclear em Lubiatowo, na Polónica, nas imediações do local planeado para uma nova central nuclear. Após o encontro de Döbeln, os activistas rumarão até ao Campo de Protesto e Bloqueio de Olkiluoto, na Finlândia. O Verão de acção contra o nuclear terminará com uma viagem de barco à vela pela Mar Báltico e uma tour de bicicleta de Estocolmo, Suécia, até Greifswald, na Alemanha.

Organizadores do Encontro:

  • Associação dos Movimentos Ecologistas da Eslovénia (SLO)
  • EKO-UNIA (PL)
  • GAIA (P)
  • Greenkids (D)
  • Milkas (S)
  • Réseau Sortir du Nucléaire (F)
  • Sonne + Freiheit (A)
  • Turva (FIN)
  • WISE (NL)
  • LT Greens (LT)

Para mais informações, não hesite em contactar-nos:


  1. For protection against automatical email address robots searching for addresses to send spam to them this email address has been made unreadable for them. To get a correct mail address you have to displace "AT" by the @-symbol.

Personal tools
Emergency Alert